Ir directamente a la información del producto
1 de 14

A Sargento Martinho

Café da Colômbia | Índio Nasa

Café da Colômbia | Índio Nasa

Precio habitual €15,49
Precio habitual Precio de oferta €15,49
Oferta Agotado
IVA incluido.
Moagem
Quantidade

Sobre este café:
Origem: Colômbia, Tolima, Planadas
Produtores: Comunidade Indígena Nasa
Variedade: 100% Café Arábica de Especialidade, Caturra
Processo: Natural
Altitude: 1500 - 2150 m
Notas: Maracujá, Laranja, Chocolate
Emoções: Ritual e Acolhedor

Cultivado pela comunidade Nasa, uma reserva indígena que se especializou no cultivo de café apenas por meio de processos naturais, este café foi cuidadosamente colhido a dedo para utilizar apenas as cerejas de café mais maduras; posteriormente selecionadas manualmente para remover quaisquer defeitos.

O café é seco ao sol em camas africanas elevadas, sob temperatura e condições controladas, até que o teor de humidade ideal seja alcançado. Situados em Planadas, Tolima, a experiência e dedicação dos Nasa contribuem para a excecional qualidade deste café.

Este microlote é 100% Arábica Caturra, uma variedade originária de Minas Gerais no Brasil É uma mutação natural do Red Bourbon Caturra que produz mais café e é mais resistente a doenças.

O povo Nasa, também conhecido como Páez, é um povo ameríndio originário das terras altas do sudoeste da Colômbia, da área andina localizada entre os rios Cauca e Magdalena.  

Antes da conquista europeia, em 1536, os Nasa moravam no vale geográfico do rio Cauca, mas quando esse território foi ocupado pelos espanhóis, os indígenas refugiaram-se nas partes altas da cordilheira e juntamente com aliados, lutaram numa guerra de cem anos contra os espanhóis. 

Em 24 de fevereiro de 1971, os Nasa e outras etnias do Cauca formaram o Consejo Regional Indígena do Cauca, que ano após ano recuperou terras e com outras organizações indígenas da Colômbia conseguiram a educação bilingue, serviços de saúde e em 1991 o reconhecimento na Constituição dos direitos indígenas à terra, autonomia e cultura.

Por viverem no clima frio dos Andes, os Nasa constroem as suas casas com tijolo, metal, cimento e madeira. As mulheres Nasa criam e tosquiam ovelhas para obter lã. Posteriormente limpam a lã, tecem fios, tingem e tricotam roupas e cobertores para as suas famílias. Muitos Nasa são agricultores e cultivam maioritariamente batata, mandioca, banana, coca, cânhamo e café.



Arte:
Para descrever visualmente o café pedimos à nossa querida artista Melissa Storz, que nos ajudasse a transpor visualmente as notas e emoções que ele transmite. Podem segui-la no IG e fiquem a conhecer o incrível trabalho dela.

Ver todos los detalles